Blog

Página inicial » Blog » A REVOLUÇÃO DO BEM ESTAR.

A REVOLUÇÃO DO BEM ESTAR.

Vamos mudar a cultura do esforço para ser feliz?

cler-199

Ontem estive atendendo uma cliente com Aconselhamento de Estratégias e surgiu este tema – “Revolução do Bem Estar”. E esta “revolução” tem a ver com escolher o caminho mais fácil. Basicamente, o conselho foi:

– Está custoso, difícil, pesado? Não é para você.

Depois fiquei pensando nisso. Em quanto em nossa cultura temos uma valorização pelo caminho custoso, difícil. Como nesta visão judaico-cristã-patriarcal que estamos inseridos há uma glorificação da dificuldade e do sofrimento, e um certo “desprezo” por aquilo que vem fácil. É tanto isso que às vezes algo que queríamos muito chega até nós de forma bem fluída e fácil e ficamos naquela desconfiança de que vai embora logo ou que tem algo errado ali. É a cultura da FALTA DE MÉRITO, da desvalorização constante do que a pessoa é e faz. É a cultura do PECADO – que exige sacrifícios e “pagamentos” para que boas coisas cheguem até nós. Elas chegam, mas com uma gigante contrapartida em esforço. São padrões antigos, culturais, mas também de nossas famílias de modo geral imigrantes (aqui no Brasil, quem não tem um imigrante na sua linhagem?). É algo que está inserido no DNA – caminhos fáceis e fluídos não são adequados ou certos, é preciso luta, é preciso suor e lágrimas para ser feliz.

Então, a PROPOSTA INDECOROSA que lhe faço hoje está contida nesta frase:

– Se está custoso, não é para você.

Que medo, não? Simplesmente soltar, simplesmente não aceitar o caminho difícil.

Aí você vai me fazer um discurso sobre responsabilidade, persistência, fé, etc. Sim, sim, sou do time da fé, da entrega e da persistência. Aliás, minha persistência é épica. Por isso entendo que algumas coisas em nossa vida necessitam desta persistência épica. Curar-se de uma doença, colocar em andamento um projeto que demanda tempo e investimentos, vender um imóvel e tantas outras coisas cujas dificuldades temos que enfrentar. Se eu tivesse desistido diante das dificuldades durante o processo de canalizar os Florais da Deusa, hoje não teríamos este portento de Sistema de Cura com mais de 350 essências a ajudar as pessoas.

Mas tem sim um jeito de FAZER MAIS FÁCIL, FAZER MAIS LEVE, FAZER MENOS CUSTOSO.

E é basicamente:

– Respeitando os limites do corpo (cansaço, fome, sede, sono, etc.)

– Fazendo-se a pergunta – “Está tão custoso, será este mesmo o caminho? ” (Formato / maneira?)

– Estabelecendo estratégias para que seja mais leve.

– Pedindo ajuda e delegando.

– Desistindo de “dar murro em ponta de faca”.

– Tomando espaços de respiro entre uma tarefa e outra.

– Fazendo-se a pergunta salvadora: – Precisa ser assim?

E o mais importante de todos:

– TOMANDO DISTÂNCIA PARA DESFRUTAR DO CAMINHO JÁ PERCORRIDO.

Que tal, Querida Pessoa, vamos comigo realizar esta Revolução do Bem Estar?

 

Cler Blog

INCÔMODO X PULSO EVOLUTIVO.

A importância de manter um certo nível de incômodo nos processos de mudança e evolução, mas sem tanto sofrimento e - mais do que tudo - sem desistir!
Father Watching His Infant Sleep

HOMENS.

Quero hoje bater palmas a todos estes homens de BOM CORAÇÃO que caminham sobre a Terra, trabalhando por esta mudança de paradigma tão importante – a que coloca homens e mulheres como parceiros evolutivos e não seres de diferente status na sociedade.
Josep M Rovirosa

O CORPO SÁBIO.

Quando a nossa biologia manda convites para curas profundas.
cler-199

A REVOLUÇÃO DO BEM ESTAR.

Vamos mudar a cultura do esforço para ser feliz?